sábado, 29 de setembro de 2012

JOHN STOTT: "o mais respeitável clérigo no mundo hoje".


John Robert Walmsley Stott, (27 de abril de 1921 – 27 de julho de 2011) foi um líder anglicano britânico, conhecido como uma das grandes lideranças mundiais evangélicas. Foi um dos principais autores do pacto de Lausana, em 1974. Em 2005, a revista Time classificou Stott entre as 100 pessoas mais influentes do mundo.
Filho de Sir Arnold Stott e Emily Stott, John Stott nasceu na cidade de Londres em 1921. Sir Arnold foi um importante médico na famosa rua de Harley Street. Ele era agnóstico enquanto sua esposa, Emily Stott, era uma luterana que frequentava a paróquia vizinha da igreja anglicana de All Souls, Langham Place. Stott foi enviado para um internato aos oito anos de idade. Inicialmente, foi para uma escola em Oakley Hall. Em 1935, passou à Escola de Rugby.
Enquanto estudava na Escola de Rugby em 1938, Stott ouviu o reverendo Eric Nash (apelidado de Bash) pregando um sermão intitulado "O que farei então com Jesus, que é chamado o Cristo?". Depois disso, Nash leu para Stott a passagem de Apocalipse 3:20: "Eis que estou à porta, e bato: se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e cearei com ele e ele comigo". Mais tarde, Stott descreveu o impacto que esse versículo teve em si:
Aqui, então, é a questão crucial que temos que chegar. Será que já abrimos nossa porta para Cristo? Será que já o convidamos? Essa era exatamente a questão que eu precisava ter colocado para mim. Pois, intelectualmente falando, eu tinha acreditado em Jesus durante toda a minha vida, mas do outro lado da porta. Eu tinha regularmente me esforçado para dizer minhas orações pelo buraco da fechadura. Eu até tinha empurrado tostões por debaixo da porta, em uma vã tentativa de acalmá-lo. Eu havia sido batizado, ia à igreja, lia a Bíblia, tinha altos ideais e tentava ser bom e fazer o bem. Mas o tempo todo, muitas vezes sem perceber, eu estava segurando Cristo no comprimento do braço, mantendo-o fora. Eu sabia que abrir a porta teria conseqüências graves. Estou profundamente grato a ele por permitir-me abrir a porta. Olhando para trás agora em mais de 50 anos, percebo que esse passo simples mudou todo o curso de direção e a qualidade da minha vida.  

Stott foi orientado por Bash, que escrevia uma carta semanal para ele aconselhando-o sobre como desenvolver e crescer em sua vida cristã, bem como outros aspectos práticos, como líder da União Cristã em sua escola.

Estudou Línguas Modernas na Faculdade Trinity, de Cambridge. Foi ordenado pela Igreja Anglicana em 1945, e iniciou suas atividades como sacerdote na Igreja All Souls, em Langham Place. Lá continuou até se tornar pastor emérito, em 1975. Foi capelão da coroa britânica de 1959 a 1991.

Stott tornou-se ainda mais conhecido depois do Pacto de Lausanne - grande congresso mundial de evangélicos que ocorreu em 1974 na Suíça, onde foi criado um comitê mundial das igrejas evangélicas. O teólogo se destacou na defesa do conceito de Evangelho Integral - uma abordagem cristã mais ampla, abrangendo a promoção do Reino de Deus não apenas na dimensão espiritual, mas também, na transformação da sociedade a partir da ética e dos valores cristãos. Em 1982, fundou o London Institute for Contemporary Christianity, do qual hoje é presidente honorário.

Além da vasta produção literária, Stott há 30 anos atua no apoio à formação de pastores e líderes e também facilitando o acesso à literatura nos mais diversos países, através de sua organização John Stott Ministries e o fundo Langham Partnership International. Ambos estão encarregados de perpetuar a visão de Stott. A JSM continuará sob a presidência de Chris Wright, que desde 2001 é seu principal executivo.

Em 2006, a organização apresentou seu projeto mais ousado: a publicação do Comentário Bíblico Africano. A obra conta com a inédita participação de 70 estudiosos africanos e foi elaborado com foco na realidade do continente, sem perder seu aspecto universal.

Aclamado pelo jornal The New York Times como o “papa” dos evangélicos pelo seu imenso prestígio, Stott escreveu mais de 50 livros, dentre eles Entenda a Bíblia.


Leia abaixo uma frase marcante de John Stott:

"Alguma vez abrimos nossas portas a Cristo? Nós já o convidamos? Esta foi exatamente a questão que eu precisei ter colocado a mim. Pois, intelectualmente falando, eu tinha acreditado em Jesus toda a minha vida, do outro lado da porta. Regularmente tive dificuldades para fazer minhas orações pelo buraco da fechadura. Eu tinha mesmo empurrado tostões por debaixo da porta em uma vã tentativa de acalmá-lo. Eu fui batizado, sim, e confirmado também. Eu fui à igreja, li a Bíblia, tive altos ideais, e tentei ser bom e fazer o bem.

Mas o tempo todo, muitas vezes sem perceber, eu estava afastando Cristo no comprimento do braço, e mantendo-o longe. Eu sabia que abrir a porta poderia ter consequências. Estou profundamente grato a ele por permitir-me abrir a porta. Olhando para trás agora por mais de cinqüenta anos, percebi que esse passo simples mudou toda a direção, o rumo e a qualidade da minha vida”.
igreja All Souls
Serviu como Presidente da Igreja All Souls em Londres desde 1950. Estudou na Trinity College Cambrigde, onde se formou em primeiro lugar da classe tanto em francês como em teologia, e é Doutor honorário por varias universidades, na Inglaterra, nos Estados Unidos e no Canadá.

Uma de suas maiores contribuições internacionais são seus livros. John Stott começou sua carreira de escritor em 1954, publicando mais de 40 livros e centenas de artigos, além de outras contribuições à literatura cristã.

Entre os seus títulos mais famosos estão:
  • Cristianismo Básico.
  • Crer é Também Pensar.
  • Porque Sou Cristão.
  • A Cruz de Cristo.
  • Eu Creio na Pregação.
  • Firmados na Fé.
  • Cristianismo Equilibrado.
  • Entenda a Bíblia.
  • Cristianismo Autêntico.
  • O Perfil do Pregador.
  • Ouça o Espírito, ouça o mundo.
  • O discípulo radical (sua última obra).
  A sua obra mais importante, Cristianismo Básico, vendeu mais de 2 milhões de cópias e já foi traduzida para mais de 60 línguas. Billy Graham chamou John Stott de "o mais respeitável clérigo no mundo hoje".
Compartilhar:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO AQUI

CONHEÇA OS LIVROS DO PR. RICARDO CASTRO

TRANSLATE

HELP US

HELP US

Seguidores

Total de visualizações

ONLINE AGORA

Tecnologia do Blogger.

Pastor Ricardo Castro

Minha foto
João Pessoa, Paraíba, Brazil
Pastor Fundador da Igreja Bíblica Vida Eterna (IBVE) na cidade de João Pessoa/PB. Músico, escritor e Teólogo, Casado com a Missionária Sulamita Castro e Pai de Nathan Castro e Ricardo Castro Jr (Ambos Músicos). Tocou em diversas bandas gospel (Aliança, Força e Louvor, Exodus, Mount Hermon, Plena Virtude). Hoje é Produtor e Maneger da Banda Gospel Pacto 7, a qual seus filhos fazem parte. Contato: Email: ricardo.castro828@gmail.com -Fones: (83) 98820-2712 *** (83) 3238-2712

BAIXE ESTE LIVRO AGORA

PEDIDO DE ORAÇÃO

Nome

E-mail *

Mensagem *

CLIQUE AQUI E CONHEÇA NOSSA IGREJA

SIGA-NOS POR EMAIL

PRA. SULAMITA & PR. RICARDO CASTRO

PRA. SULAMITA & PR. RICARDO CASTRO

POSTAGENS

NOTÍCIAS GOSPEL

SLIDE SHOW

PastorRicardo_Castro_Ibve's  album on Photobucket

CONHEÇA MEU LIVRO