domingo, 9 de outubro de 2016

POLITICAMENTE CORRETO - João 6:66


POLITICAMENTE CORRETO

Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com ele.
João 6:66

ASSISTA ESTA PREGAÇÃO NO FIM DESTE ESBOÇO

INTRO:
1. Um dos programas que mais me lembro dos tempos de minha infância é “Os trapalhões”. Lembro-me que era apresentado aos domingos e que logo após sua apresentação eu deveria estar na cama. PORTANTO LEMBRO-ME DA ALEGRIA DE ASSISTIR AQUELE PROGRAMA E DA RAIVA QUE TINHA DE IR PRA CAMA CEDO.

2. Aqueles comediantes eram demais. O que eu mais gostava era do Muçum. Um homem negro que sempre estava de bom humor e que gostava de beber “mé”. Mas geralmente ele era o alvo das brincadeira dos outros três. Sempre o chamavam de URUBÚ, ASFALTO, PRETUME, e por aí vai.

3. Algumas vezes ele mesmo brincava consigo quando dizia “EU QUERO MORRER PRETINHO SE ISSO NÃO FOR VERDADE”.

4. Mas o Muçum não deixava barato, chamava o Didi de “Paraíba” mesmo sendo ele proveniente do Ceará. Chamava-o de “Cabeça de bater carne”, “Cabeça de Jabá”, etc. Também chamava o Zacarias de Borboleta.

5. Geralmente o Didi também fazia menção de que o Dedé e o Zacarias eram gays e tudo o mais.

6. Olhando para a nossa geração, fico a pensar como um programa desses seria recebido pela sociedade do “Politicamente correto”. Se fosse exibido hoje, esse programa seria atacado e seus idealizadores seriam julgados.

7. Uma sociedade em que ficamos a pisar em ovos, pois não podemos dizer nada que venha a ferir os ouvidos dos sensíveis.

8. É lógico que qualquer tipo de preconceito ou atitudes de Bulling realmente devem ser rechaçados, mas daí a ficar amordaçado em todas as situações é outra coisa.

9. Isso incide em que as pessoas hoje têm medo de falar a verdade, já que se qualquer palavra mal colocada pode não ser “politicamente correta”.

10.   Com isso, nós evangélicos também ficamos com medo de pregar o Evangelho como ele é por medo de não ser “politicamente correto”. Ficamos com medo de ferir as pessoas.

11.   Na prédica de hoje vamos ver que Jesus também foi tentado a ser “politicamente correto”, contudo, escolheu andar na contra mão.

I – HAVIA UMA GRANDE MULTIDÃO QUE O SEGUIA.

1.       Logo depois de multiplicar os cinco pães e os dois peixes, Jesus desmascara aqueles que O estavam seguindo, dizendo que eles só o faziam porque queriam mais pão.
Jesus respondeu-lhes e disse: Na verdade, na verdade vos digo que me buscais, não pelos sinais que vistes, mas porque comestes do pão e vos saciastes. João 6:26


2.       Para eles até aquele momento, tudo o que Jesus estava dizendo era palatável.

3.       Muitos “seguem” Jesus por causa dos milagres.

4.       Outros seguem Jesus porque a priori o Evangelho é muito doce.

II – AS MULTIDÕES SE ESCANDALIZARAM COM O DISCURSO DE JESUS.

1.       Depois de Jesus ter multiplicado os pães e os peixes a multidão o tomou nos braços para fazê-Lo rei. Mas Jesus se desvencilhou deles.
Sabendo, pois, Jesus que haviam de vir arrebatá-lo, para o fazerem rei, tornou a retirar-se, ele só, para o monte. João 6:15

2.       E agora Jesus começa a falar sobre coisas que eles acharam ofensivas.
a)  Ele colocou-se em um nível maior que Moisés
Disse-lhes, pois, Jesus: Na verdade, na verdade vos digo: Moisés não vos deu o pão do céu; mas meu Pai vos dá o verdadeiro pão do céu.
João 6:32
E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede.
João 6:35

b)  Ele falou de coisas difíceis de compreender
Jesus, pois, lhes disse: Na verdade, na verdade vos digo que, se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos.
João 6:53

c)  Parecia que Jesus queria se auto sabotar.

3.       Porque Jesus foi tão “politicamente incorreto” falando o que o povo não queria ouvir?

a)  Jesus não veio para falar o que o povo queria, Ele veio para ABALAR AS ESTRUTURAS PREESTABELECIDAS.
Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada; Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra; Mateus 10:34,35

b)  Jesus veio para transformar. O “politicamente correto” não transforma. Ele CONFORMA.

c)  É por esse motivo que as pessoas procuram “mestres” que sejam conforme os seus desejos.
Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidosamontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.2 Timóteo 4:3,4

d)  Procuram esses mestres porque lhes dá o que querem.

e)  Com Jesus, o que eles queriam o Senhor não queria lhes dar. E o que Jesus estava lhes oferecendo, eles não queriam receber.

III – PORÉM OS DOZE FICARAM.
1. Jesus os põe à prova.
Então disse Jesus aos doze: Quereis vós também retirar-vos? João 6:67

2. Nessa geração de “Maria vai com as outras” em que é prezada a opção da maioria, o Senhor também nos pergunta: “As Palavras do Evangelho te ofenderam? Você quer ir em busca dos mestres do conformismo?

3. Devemos entender que o Evangelho à priori é doce como o mel ao ser recepcionado pela alma carente. MAS EM VINDO A MATIRUDADE, TORNA-SE AMARGOSO, PORQUE NOS CONFRONTA COM NOSSOS PECADOS.
E tomei o livrinho da mão do anjo, e comi-o; e na minha boca era doce como mel; e, havendo-o comido, o meu ventre ficou amargo. Apocalipse 10:10

4. Mas Pedro falou por todos nós que amamos Jesus:
Respondeu-lhe, pois, Simão Pedro: Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna. João 6:68

5. AS PALAVRAS QUE PARA OUTROS É OFENSIVA, PARA OS QUE AMAM JESUS SÃO ESPÍRITO E VIDA.

6. Conquanto a Palavra de Deus em algum momento torne-se dura ou mesmo até de difícil aceitação, ela é Vida.
...as palavras que eu vos digo são espírito e vida.
João 6:63

CONCLUSÃO:

1. Ainda que a Palavra de Deus nos confronte com o nosso Pecado, erros, falhas e faltas, só ela tem a Vida Eterna.

2. Muitos são os filósofos que tem as palavras politicamente corretas, MAS JESUS VEIO PRA TRANSFORMAR E NÃO CONFORMAR.

3. Deixe-se ser moldado pela Palavra, pois só ela tem a Vida eterna.


Assista esta pregação:

Pastor Ricardo Castro
Igreja Bíblica Vida Eterna (IBVE)
(83) 98689-6192 - Oi
(83)  3576-5155 - Net









Compartilhar:

Um comentário:

  1. Pastor o áudio do vídeo está péssimo. Te aconselho a usar um captador de áudio fora o da câmera.

    ResponderExcluir

DEIXE SEU COMENTÁRIO AQUI

CONHEÇA OS LIVROS DO PR. RICARDO CASTRO

TRANSLATE

HELP US

HELP US

Seguidores

Total de visualizações

ONLINE AGORA

Tecnologia do Blogger.

Pastor Ricardo Castro

Minha foto
João Pessoa, Paraíba, Brazil
Pastor Fundador da Igreja Bíblica Vida Eterna (IBVE) na cidade de João Pessoa/PB. Músico, escritor e Teólogo, Casado com a Missionária Sulamita Castro e Pai de Nathan Castro e Ricardo Castro Jr (Ambos Músicos). Tocou em diversas bandas gospel (Aliança, Força e Louvor, Exodus, Mount Hermon, Plena Virtude). Hoje é Produtor e Maneger da Banda Gospel Pacto 7, a qual seus filhos fazem parte. Contato: Email: ricardo.castro828@gmail.com -Fones: (83) 98820-2712 *** (83) 3238-2712

BAIXE ESTE LIVRO AGORA

PEDIDO DE ORAÇÃO

Nome

E-mail *

Mensagem *

CLIQUE AQUI E CONHEÇA NOSSA IGREJA

SIGA-NOS POR EMAIL

PRA. SULAMITA & PR. RICARDO CASTRO

PRA. SULAMITA & PR. RICARDO CASTRO

POSTAGENS

NOTÍCIAS GOSPEL

SLIDE SHOW

PastorRicardo_Castro_Ibve's  album on Photobucket

CONHEÇA MEU LIVRO